01 de Fevereiro de 2023
20º/30º
Notícias - Região

Detento morre após ingerir embalagens plásticas com maconha e cocaína em Marília

Murilo Denis de Oliveira, de 34 anos, estava internado no Hospital das Clínicas de Marília (SP) e não resistiu. Ele precisou passar por cirurgia para retirada de 32 porções de entorpecentes.

Preso que morreu após ingesrir droags era vinculado à Penitenciária de Marília — Foto: Secretaria de Administração Penitenciária (SAP)/Divulgação
Preso que morreu após ingesrir droags era vinculado à Penitenciária de Marília — Foto: Secretaria de Administração Penitenciária (SAP)/Divulgação


Um detento morreu neste domingo (15), no Hospital das Clínicas (HC/Famema) de Marília (SP), após ingerir porções de drogas.

Murilo Denis de Oliveira, de 34 anos, que respondia a processos por roubo e tráfico de drogas, deu entrada no hospital no dia 12 de janeiro, segundo o boletim de ocorrência. No documento consta que ele ingeriu porções de entorpecentes no dia 3 de janeiro.

O detento precisou passar por uma cirurgia denominada laparatomia, que é a abertura da cavidade abdominal. Ainda conforme o registro policial, foram retiradas do organismo 32 embalagens plásticas com maconha ou cocaína.

A causa da morte, conforme o boletim de ocorrência, foi "obstrução e distensão das alças intestinais". O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exames necroscópico e toxicológico.

Murilo cumpria pena no sistema semiaberto da penitenciária de Marília (SP). O caso foi registrado como homicídio culposo, quando não há intenção de matar, e será investigado pela Polícia Civil.

O caso foi informado à equipe de plantão na Central de Polícia Judiciária (CPJ) por e-mail enviado por profissionais da área de assistência social do HC/Famema.
G1
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM