22 de Janeiro de 2021
20º/30º
Notícias - Região

Homem marca encontro pela internet com adolescente e no local pais chamam a polícia

Foi instaurado inquérito policial para a investigação dos fatos

No final da tarde desta segunda-feira, 4 de janeiro, um casal acionou a PM após comparecer em um local onde havia marcado encontro entre seu filho de 15 anos e um homem de 29 anos que trocavam mensagens e fotografias pelo aplicativo WhatsApp.

O adolescente é estudante e o homem é vendedor e vive em união estável com uma mulher.

Consta do Boletim de Ocorrência, que a mãe do adolescente pegou o aparelho celular do filho e desde sábado, 2 de janeiro, tem conversado com o homem se passando pelo filho e marcou um encontro no estacionamento do Cemitério Municipal de Assis.

Divulgação - Homem foi detido e levado para a Central de Polícia Judiciária de Assis
Homem foi detido e levado para a Central de Polícia Judiciária de Assis


A mãe e seu marido levaram o filho ao local e ficaram observando à distância as atitudes do homem, que quando saiu do carro, um Voyage azul escuro, e foi ao encontro do menor, seus pais o abordaram e o detiveram até a chegada da PM.

O homem foi conduzido ao Plantão Policial, onde foram apreendidos e desbloqueados os aparelhos celulares do adolescente e do investigado para perícia.

O suspeito declarou que o adolescente foi quem teve a iniciativa de manter contato com ele e enviado fotografias.

Em contato com a Delegacia Seccional, o delegado Ricardo Fracasso explicou que inicialmente foi feito o Registro de Ocorrência, com natureza do Artigo 241-D, do Estatuto da Criança e do Adolescente.

O Artigo em questão, que fala sobre "aliciar, assediar, instigar ou constranger, por qualquer meio de comunicação, criança, com o fim de com ela praticar ato libidinoso" prevê reclusão de um a três anos, além de multa.

"Na Delegacia, para onde o suspeito foi conduzido, foi feito um Registro Digital de Ocorrência, de número 45/2021. Apesar do envolvido nos fatos não ser criança, e sim adolescente, as partes foram ouvidas e os aparelhos celulares do suspeito e do menor ficaram apreendidos, onde possivelmente há troca de mensagens e fotografias. Agora será instaurado inquérito para apuração de tudo que aconteceu", explica o delegado.

O suspeito foi liberado.
Redação AssisCity
+ VEJA TAMBEM