10 de Julho de 2020
20º/30º
NOTÍCIAS » REGIÃO

Paciente com suspeita de Covid-19 foge da Santa Casa de Osvaldo Cruz

Homem estava sob atendimento hospitalar, porém fugiu da Santa Casa

Um paciente de 48 anos, que estava internado na ala de isolamento para Covid-19 na Santa Casa de Osvaldo Cruz, fugiu do hospital na noite desta terça-feira (16). O caso foi registrado nesta terça-feira (16) por volta de 22h20.

Segundo uma enfermeira do hospital, o paciente procurou atendimento médico ontem porque estava com suspeita da doença e foi internado com falta de ar, tosse e mal-estar.



Paciente suspeito de Covid-19 nega contaminação

O paciente qgravou um vídeo onde cita o Portal Ocnet como fonte para ser questionado quanto a sua conduta e identidade.

Pelas redes sociais e em grupos de WhatsApp, o homem identificado como Carlos Moraes chama de "fofoqueiros" as pessoas que comentaram sua atitude de ter saído da Santa Casa de Osvaldo Cruz na noite desta terça-feira, 16, sem autorização de alta após ter sido encaminhado ao setor de isolamento para pacientes com suspeitas ou contaminados pelo novo coronavírus.

Nos comentários, as pessoas contestaram a atitude que poderia, em tese, colocar em risco a saúde de outros moradores da cidade. Carlos não gostou e publicou sua manifestação.

No vídeo, o morador de Osvaldo Cruz confirma que procurou a Santa Casa por várias vezes e que após sair do hospital foi até um posto de saúde da rede municipal de saúde, onde recebeu ordens de isolamento até o começo da próxima semana, quando deverá ser submetido a teste rápido para Covid-19.

Nota da Prefeitura

Em nota, a Prefeitura de Osvaldo Cruz, através da Secretaria Municipal de Saúde, lamentou a saída do paciente da Santa Casa e referendou que em todas as oportunidades que precisou o morador foi atendido dentro do protocolo estabelecido para o caso.

Hoje (17), Carlos procurou uma unidade de Saúde do Município, onde assinou um termo de responsabilidade para isolamento domiciliar até que atinja o período correto para ser submetido à coleta de exame. O paciente não apresentava sinais preocupantes para Covid-19 e no momento em que foi examinado não necessitava de internação. Por isso foi orientado a permanecer em quarentena em sua casa.

OCnet
+ VEJA TAMBÉM