25 de Setembro de 2020
20º/30º
NOTÍCIAS » REGIÃO

Polícia Militar prende homem envolvido em roubo e morte do bastense Ademar Seiji Shida

O preso seria morador de Rancharia. O outro indivíduo, que também participou do crime, continua foragido.

Uma ação da Polícia Militar de Bastos e da região, inclusive de Rancharia e Tupã, resultou na apreensão de armas de fogo e na prisão de um dos indivíduos acusado de envolvimento em um roubo e morte do bastense Ademar Seiji Shida, 73 anos, na tarde dessa sexta-feira, dia 4.

O preso seria morador de Rancharia. O outro indivíduo, que também participou do crime, continua foragido. Na residência onde ele mora com familiares, uma propriedade rural de Bastos, foram apreendidos objetos roubados e armas de fogo. A moto, roupas e luvas usadas no crime e envelopes e talões de cheques roubados na primeira empresa foram apreendidos.

Segundo a Polícia Militar, uma denúncia informou que um dos autores do latrocínio ocorrido, na tarde desse dia 4 de setembro na cidade de Bastos, estaria em sua residência, em uma chácara na Seção Fartura. De imediato, o policial militar se deslocou para o município de Bastos e após se reiterar das informações reuniu as viaturas do município e foram até o local mencionado, sendo o tenente Fábio Almeida, cabo Morini, cabo Polatto, 1º sargento Dias, cabo Bruno, cabo Padovezi, soldado Nogueira, cabo Machado e soldado Barbosa.

Ainda segundo a PM, na residência apenas familiares do acusado estavam no local e após permissão do genitor foram iniciadas as buscas no interior da residência bem como na parte externa da chácara e foram localizados no telhado de um viveiro dois revólveres calibre 38 descarregados oxidados, sendo os dois de 6 tiros, um com numeração suprimida e o outro com numeração, 15 cartuchos intactos de calibre 38.

A Polícia Militar divulgou ainda que em seguida foram localizadas as vestes utilizadas no latrocínio, sendo um capacete de cor preta, uma blusa de cor preta, calça de cor preta e um par de luvas também na cor preta e que os familiares afirmaram que as vestes pertencem ao mesmo. Quanto as armas de fogo o genitor informou que não sabia das mesmas bem como o paradeiro de seu filho.




Redação Bastos Já – com informações da Polícia Militar e Valdecir Luís
+ VEJA TAMBÉM