17 de Maio de 2022
20º/30º
Notícias - Região

Procon-SP autua 40 estabelecimentos por sobrepreço dos testes de Covid-19 no estado

Segundo a entidade, foram constatados os preços mínimos de R$ 178,00 e máximos de R$ 385,00 para o exame PCR. No ano passado, o preço médio era de R$ 90.

O Procon-SP anunciou nesta segunda-feira (17) que autuou 40 estabelecimentos, entre farmácias e laboratórios, que deixaram de informar os preços dos testes de Covid-19 aos consumidores de São Paulo ou praticaram sobrepreço.

Desde sexta-feira (14), a entidade realiza uma megaoperação para fiscalizar preços abusivos cobrados por esses testes em drogarias e laboratórios do estado. A ação foi batizada de "Operação Teste Covid-19 Sem Abusos".

Segundo o Procon-SP, foram constatados os preços mínimos de R$ 178,00 e máximos de R$ 385,00 para o exame PCR. No ano passado, o preço médio era de R$ 90. Os estabelecimentos fiscalizados terão que comprovar por qual motivo ocorreram elevações de preços, disse a entidade.

Pelo menos 88 estabelecimentos foram fiscalizados desde a semana passada .

Caso não haja uma explicação razoável e ditada por questões econômicas, pode ser caracterizada prática abusiva, de acordo com a entidade.

"A lei da oferta e da procura vale para situações de normalidade; no contexto de pandemia, o fornecedor não pode abusar do desespero e necessidade da população para obter ganhos desproporcionais", afirmou o diretor executivo do Procon-SP, Fernando Capez.
G1
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM