22 de Janeiro de 2021
20º/30º
Notícias - Região

Produtores de Bastos aderem ao "tratoraço” contra o aumento de impostos no estado de São Paulo

Evento promovido pelo sindicato Rural do município tem como objetivo chamar a atenção do governador para os impactos negativos do aumento do ICMS.

Bastos é a maior produtora de ovos do Estado de São Paulo e uma das cidades mais afetadas pelo aumento de impostos. Segundo levantamento feito pelo sindicato rural, a cidade tem 35 milhões de aves poedeiras. O setor é o que mais emprega direta e indiretamente na região – são cerca de 14 mil empregos.

Porém o aumento de impostos sobre insumos e mudanças na forma de cobrança do ICMS podem desmotivar produtores tanto da avicultura, quanto de outros setores do agronegócio, o que poderá causar uma alta demanda de desemprego.

O cenário atual é desanimador – o produtor está pagando um aumento de 4,4% no custo dos insumos da produção do ovo desde o dia 1º de janeiro, o que segundo o sindicato Rural pode causar um prejuízo enorme no setor, que já vem sofrendo prejuízos constantes que podem chegar em até R$50,00 reais a caixa do ovo, devido aos impactos da epidemia de Coronavírus.

Outro impacto negativo está ligado diretamente ao consumidor final, que poderá ver a diferença dos preços na hora da compra no supermercado, sendo que de modo geral, o decreto do governador João Dória (PSDB) pode gerar um aumento aproximado a 25% sobre os produtos da cesta básica.

O consumidor verá diferença no preço do óleo e do etanol que tinham alíquota de 12% e vão para 13,3%. O mesmo para embalagem de ovos, que hoje está em 7% e vai para 9,4%. O consumo de energia elétrica também será impactado. Com a nova regra, toda propriedade rural que consumir mais de 1mil Kw/h mês terá que pagar ICMS sobre o valor da conta, algo que antes o produtor rural era dispensado de pagar. Sem dúvida a parcela da população mais afetada pelos aumentos, será a de menor renda que verá o seu dinheiro sendo ainda mais desvalorizado.

Mais de 130 municípios já aderiram ao " Tratoraço” que já é considerado a maior manifestação agro da história. O evento promovido por sindicatos e produtores de todo o estado está programado para acontecer nesta quinta-feira (7). Em nota, o Sindicato Rural de Bastos aderiu ao movimento e realizará a manifestação a partir das 8h.

O evento tem o intuito de chamar a atenção do governador para que se sensibilize e volte atrás na decisão. O movimento será realizado no Recinto de exposições Kisuke Watanabe e não irá impedir o trânsito local. As recomendações é que os manifestantes usem álcool em gel, máscaras e que permaneçam dentro dos seus veículos durante a manifestação, prevenindo assim o contágio por covid 19.

Produtores de Bastos aderem ao
Produtores de Bastos aderem ao "tratoraço” contra o aumento de impostos no estado de São Paulo. - Imagem Ilustrativa.

Tiago Henrique
+ VEJA TAMBEM