05 de Fevereiro de 2023
20º/30º
Notícias - Saúde

Aumento de casos de catapora preocupa a saúde pública de Tupã

Crianças e adolescentes com sintomas não devem ser encaminhados às unidades escolares; orientação é levar os suspeitos para a unidade de saúde. Entenda.

A Secretaria Municipal de Saúde alerta sobre os casos de varicela, popularmente conhecida como catapora. A doença é infecciosa, altamente contagiosa e se manifesta com maior frequência em crianças.

O alerta é devido aos recentes casos registrados e confirmados da doença em Tupã, o que se torna ainda mais relevante por conta do período de aulas presenciais nas escolas municipais e estaduais que reúnem grande movimentação de crianças e adolescentes.

A chefe do setor de Vigilância Epidemiológica, Juliana Yuri, explicou que a catapora pode ser facilmente diagnosticada a partir do surgimento de bolhas de água na pele, que coçam e se transformam em feridas vermelhas. Também pode vir acompanhada de febre, coceira, falta de apetite e vômitos.

"É importante que os pais e responsáveis estejam atentos aos sintomas da doença e não descartem a possibilidade da infecção nas crianças. Alertamos também os professores e demais profissionais da Educação", alertou.

Facilmente transmitida para outras pessoas, o contágio acontece através do contato com o líquido da bolha, pela tosse, espirro, saliva ou por objetos contaminados pelo vírus.

"Pedimos que as crianças não sejam enviadas à escola caso possuam as máculas vermelhas pelo corpo. A orientação é procurar uma Unidade de Saúde e, se confirmado o diagnóstico, a criança deve permanecer em repouso e afastada por sete dias", orientou o secretário municipal de Saúde, dr. Miguel Ângelo de Marchi.

O professor e secretário de Educação, Valdir Berti, ainda ressaltou que os cuidados e alertas sobre a varicela estão sendo repassados aos profissionais da educação e aos pais e responsáveis pelas crianças das escolas municipais. "Estamos todos atentos para que a infecção não se espalhe, mas precisamos da ajuda, atenção e colaboração de todos", disse.

Vacinação

A vacina contra varicela está licenciada no Brasil na apresentação monovalente ou combinada com a vacina tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola). A vacina tríplice viral só deverá ser administrada aos 15 meses de idade se a criança tiver recebido uma dose da vacina tríplice viral entre 12 e 14 meses. A vacina varicela monovalente é indicada para surtos a partir dos nove meses de idade.

Tratamento

No tratamento da catapora, em geral, são utilizados analgésicos e antitérmicos, para aliviar a dor de cabeça e baixar a febre, e antialérgicos para aliviar a coceira. Os cuidados de higiene são muito importantes e devem ser feitos apenas com água e sabão. Para diminuir a coceira, o ideal é fazer compressas de água fria.

Vale ressaltar que pessoas com catapora não devem ter contato com recém-nascidos, mulheres grávidas ou qualquer indivíduo que esteja com a imunidade baixa (como pessoas com AIDS ou que estejam realizando quimioterapia), já que a doença pode ser mais grave nestes grupos.
Prefeitura de Tupa
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM