23 de Setembro de 2020
20º/30º
NOTÍCIAS » SAÚDE

Coronavírus: População deve procurar UBS do bairro em caso de suspeita da doença

O munícipe com sintomas gripais deve ligar na UBS para tirar dúvidas e agendar um horário, a fim de reduzir o contato com outras pessoas no local.

A Secretaria de Saúde de Tupã está reforçando a importância das Unidades Básicas de Saúde (UBS) para prevenção e controle do coronavírus no município. Ao precisar de alguma forma de atendimento médico, a orientação é para sempre procurar o posto mais próximo.

De acordo com a diretora do Departamento de Atenção Básica de Saúde, Simone Veronez Bauer, as unidades são a porta de entrada para pacientes com sintomas mais leves da Covid-19, visto que, todas estão equipadas para atendimento seguro e com equipes capacitadas para lidar com os quadros do coronavírus que mais se assemelham a um resfriado.

A diretora salienta que o munícipe com sintomas gripais deve ligar na UBS para tirar dúvidas e agendar um horário, a fim de reduzir o contato com outras pessoas no local. Outra estratégia de prevenção adotada pela Secretaria de Saúde de Tupã foi a implantação de recepções de triagem em todos os postos.

"Assim, se a pessoa apresentar sintomas da doença, ela será conduzida para um setor específico da unidade, como forma de isolamento”, explica Simone.

As equipes da UBS ficam atentas aos sintomas de gripe acompanhados de ao menos dois dos sinais mais comuns da covid-19, sendo eles tosse; febre; nariz escorrendo (coriza); dor de garganta; dificuldade para respirar; perda de olfato (anosmia); alteração do paladar (ageusia); distúrbios gastrointestinais (náuseas/ vômitos/ diarreia); cansaço (astenia); diminuição do apetite (hiporexia); e falta de ar (dispnéia).

Conforme o secretário de Saúde, dr. Miguel Ângelo de Marqui, "os profissionais são treinados para examinar os pacientes. E no município apenas as UBSs realizam, agendamento e solicitação de exames específicos para confirmação do coronavírus”.

Além disso, a ida ao posto de saúde do bairro evita sobrecarregar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e a Santa Casa de Misericórdia.

O secretário de saúde e médico enfatiza a seriedade da descentralização dos atendimentos do SUS. "Podemos desafogar o sistema de urgência e emergência se o munícipe com sintomas mais brandos for ao posto perto da casa dele, e não procurar atendimento imediato no Pronto Socorro”, orienta.



Assessoria PMT
+ VEJA TAMBÉM