03 de Dezembro de 2020
20º/30º
NOTÍCIAS » SAÚDE

Covid-19 causa mais mortes de homens que de mulheres em Tupã

Uma análise do TupãCity mostra que mais homens morreram em decorrência da Covid-19, correspondendo à 52,63% dos óbitos no município.

A Covid-19 ocasionou várias mortes no Brasil, inclusive em Tupã, que até esta terça-feira (20), registrou 38 óbitos em decorrência da doença.

Uma análise do TupãCity mostra que apesar de os números estarem perto um do outro, mais homens morreram em decorrência da Covid-19 do que mulheres na cidade, sendo 20 óbitos e correspondendo à 52,63% das mortes no município.

O coronavírus parece afetar mais o gênero masculino. Mas, o que os dados mostram em relação à idade das pessoas? A maioria dos óbitos (em ambos os gêneros) ocorreram em pessoas com idades entre 60 e 100 anos. Veja no gráfico abaixo.

Covid-19 causa mais mortes de homens que de mulheres em Tupã - Foto: Reprodução
Covid-19 causa mais mortes de homens que de mulheres em Tupã - Foto: Reprodução


A pergunta é a mesma em Tupã e também em outros locais de todo o mundo: por que os homens morrem mais em decorrência da Covid-19 do que as mulheres?

Segundo cientistas, o motivo é a diferença biológica entre homens e mulheres. Pesquisas apontam que as mulheres geralmente têm sistemas imunológicos mais fortes do que os homens e, por isso, se recuperam de infecções com mais facilidade.

Além disso, a testosterona, hormônio mais predominante nos homens, tende a ser imunossupressora. Mesmo com essas informações, mais estudos ainda precisam ser feitos para descobrir, de fato, o motivo de os homens morrerem mais.

Alguns cientistas ainda apostam que o estilo de vida e comportamento também podem ter haver com essa estatística.

Estudos mostram que os homens tendem a beber e a fumar mais do que as mulheres e, por isso, ficam mais propensos a desenvolver doenças pulmonares e cardiopatias, o que os fragilizariam caso contraíssem o coronavírus.

Em outro estudo, é identificado que os homens lavam menos as mãos do que as mulheres, tendem a utilizar menos sabão e deixam de ir ao médico com regularidade.

Mas, atenção mulheres! Isso não significa que devem se descuidar. Afinal, todos precisam se proteger da doença, portanto, continuem utilizando máscaras de proteção ao sair de casa, higienizando as mãos com álcool em gel e mantendo o distanciamento de outras pessoas.
Redação TupãCity
+ VEJA TAMBÉM