28 de Novembro de 2022
20º/30º
Notícias - Saúde

Educação e Saúde realizam aferição de altura e peso de crianças até 6 anos

Objetivo é levantar índices de obesidade e subnutrição entre alunos da Rede Municipal

Educação e Saúde realizam aferição de altura e peso de crianças até 6 anos (Foto: Prefeitura de Tupã)
Educação e Saúde realizam aferição de altura e peso de crianças até 6 anos (Foto: Prefeitura de Tupã)


Na terceira etapa do projeto Tupã 2030: Programa de Promoção Integral e Sustentável da Saúde e Bem-Estar da Criança e do Adolescente, equipes da Secretaria de Saúde e da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte, realizaram uma chamada nutricional, a fim de verificar os índices de sobrepeso e má-nutrição.

Todas as escolas municipais com crianças matriculadas na creche (0 a 3 anos), pré I e II (4 e 5 anos) ou no 1º ano do Ensino Fundamental (6 anos) participaram da ação simultaneamente. Conforme o secretário de Educação, professor Valdir Berti, quase 3 mil estudantes foram pesados e medidos na última sexta-feira (23).

"A gente quer saber se as crianças estão com o peso e a altura ideais para a faixa etária delas. E se existem crianças obesas ou subnutridas. Foi necessário apoio técnico, logístico e operacional da Unesp de Botucatu e Unesp de Tupã, de alunos da Fadap/ FAP, Faccat e ETEC - Centro Paula Souza. Assim como houve um trabalho intersetorial com as demais Secretarias Municipais", comentou. 

A chamada nutricional teve aval dos pais e responsáveis, que autorizaram a participação dos filhos neste estudo. O objetivo é levantar dados, alimentar uma ferramenta digital, calculando o índice de massa corpórea do estudante e avaliando cada quadro individualmente, e também como parte do panorama do município.

Conforme a chefe de Setor de CMEI, Andreia Benício Doretto, a parceria e colaboração dos profissionais da educação possibilitou manter o aspecto lúdico durante a pesagem e medição de meninos, meninas e bebês. "As crianças adoraram subir na balança, e saber se elas cresceram, sendo um dia com cara de infância. As equipes foram divididas entre um docente responsável, uma enfermeira, agentes comunitários, além dos funcionários das escolas e creches". 

Esta inciativa vai ao encontro das medidas adotadas nas unidades de Educação Infantil, que por recomendação nutricional, suspenderam do cardápio das creches a oferta de açúcar, gordura trans e alimentos ultraprocessados. Segundo a chefe de Setor de Controle de Central de Alimentos, Patrícia Rodrigues Simões, a mudança está sendo implementada gradativamente nas demais escolas. 

"Estamos diminuindo açúcares e alimentos ultraprocessados. Por isso, esse projeto veio pra colaborar com essa mudança nos hábitos para uma alimentação mais saudável. Que em 2030 a gente possa ter Tupã entre as dez cidades com o menor índice de obesidade e de crianças subnutridas".
Prefeitura de Tupã
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM