28 de Setembro de 2020
20º/30º
NOTÍCIAS » SAÚDE

Mais de 2 mil exames para Covid-19 foram realizados em agosto

Com resultado, testagem atinge 11% da população

A Prefeitura de Tupã divulgou o resultado dos testes realizados no Laboratório Municipal para detecção de casos de coronavírus. Das 2.243 amostras analisadas, 23 deram resultado positivo para Covid-19. No entanto, os pacientes já são considerados recuperados da doença.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Miguel Ângelo de Marchi, os casos confirmados não apresentavam nenhum dos sintomas característicos do coronavírus e não estão mais em período de transmissão. "Nem sempre o organismo infectado pelo SARS-COV-2 manifesta indícios da contaminação, mas há um período específico para a coleta que nos permite dizer que aquela pessoa está ou esteve contaminada. Por isso, é crucial realizar a busca ativa de casos do novo vírus”, explicou.

O prefeito, Caio Aoqui, afirmou que as equipes da Secretaria de Saúde realizaram busca ativa de casos entre diversos setores, como profissionais da saúde e da segurança pública, além de familiares dos casos positivos da doença. "Chegamos a praticamente 11% da população testada, apenas as grandes cidades alcançam um número tão alto. No momento, o número de pessoas em período de transmissão é similar ao registrado no início de julho, isso mostra que a doença permanece controlada”, informou.

Desde o início da pandemia, 7.250 casos foram notificados na Secretaria de Saúde de Tupã, 802 deram positivo e 6.423 foram descartados. Segundo o diretor do Laboratório Municipal, Edi Carlos Iacida, esta foi a 7ª Etapa de Testagem em Massa. "O município conta com alta tecnologia para realização dos testes. Os três métodos adotados aumentam a precisão dos resultados e possibilitam conhecer a realidade da pandemia na cidade”, explicou.

Plano São Paulo

Além dos resultados da 7ª Etapa da testagem em massa, a Prefeitura de Tupã reforçou que a decisão que obriga a revogação do decreto municipal que permitia o funcionamento do comércio e serviços ainda não foi publicada. Por isso, os bares, restaurantes, academias e salões de beleza, por exemplo, não sofreram mudança nos atendimentos.
O secretário de Assuntos Jurídicos, João José Pinto, comunicou que um decreto municipal foi redigido dentro das recomendações do Plano São Paulo e entrará em vigor assim que o acórdão for publicado. "Até terça-feira as regras do município deixam de valer, e a população deverá seguir as novas orientações que serão um ‘espelho’ do que orienta o governo do estado de São Paulo”, disse.


Assessoria
+ VEJA TAMBÉM