26 de Outubro de 2020
20º/30º
NOTÍCIAS » SAÚDE

Novo decreto da Prefeitura de Tupã permitirá cultos religiosos apenas aos domingos

Decreto publicado hoje traz recomendações para igrejas e supermercados da cidade

A Prefeitura de Tupã emitiu hoje (29/7) um novo decreto municipal para enfrentamento do coronavírus na cidade.

Em coletiva de imprensa nesta quarta (29), o prefeito Caio Aoqui e o secretário municipal de Saúde, dr. Miguel Ângelo DeMarchi, anunciaram o decreto que traz restrições principalmente com relação cultos religiosos.

A partir deste decreto, ficam autorizadas as celebrações em igrejas apenas aos domingos. Além disso, não será permitido o ingresso de crianças de até 12 anos e nem de idosos; deverá haver verificação de temperatura corporal nos locais que possuam mais de 100 pessoas (considerando a permissão de 30% da ocupação dos locais); deve ser mantido o distanciamento de 1,5 metro e ser feita a higienização dos espaços.

Os supermercados também serão inseridos no decreto. "Devem continuar fazendo a aferição de temperatura, higienizando as mãos das pessoas, seguindo as mesmas determinações do decreto anterior", disse o chefe do executivo.

Ou seja, o decreto não traz grandes novidades, mas reforça a necessidade de que a população intensifique os cuidados quanto ao contágio pelo coronavírus.

Confira abaixo a íntegra do decreto.

Testagem em massa

O secretário municipal de Saúde explicou que cerca de 4 mil testes de coronavírus já foram aplicados na população e a maioria testou negativo para a doença. A testagem continuará sendo feita.

Ele também falou sobre a situação dos bares da cidade. "Há muita preocupação com relação aos bares da cidade. Nós também nos preocupamos, mas a partir de quando estivermos casos positivos em bares nós pediremos para que medidas mais restritivas sejam tomadas", explicou.

Além disso, dr. Miguel também disse que nas academias e supermercados os casos também estão controlados.

O médico também citou os locais com maior incidência de casos de coronavírus. São eles: igrejas, casas de repouso, farmácias, açougues, empresas diversas, lojas de assessórios de carros, hospital e alguns funcionários da Atenção Básica também foram contaminados.

"Isso significa que estão divididos casos positivos em todas as regiões da cidade de Tupã. Por isso os testes estão sendo feitos por regiões para encontrar quem mais pode ser positivo para a doença além destas pessoas", acrescentou.

Liminar mantida

Ainda durante a coletiva de imprensa, o secretário municipal de Assuntos Jurídicos, João José Pinto (JJ), falou sobre as tentativas do Governo Estadual de derrubar a vigência do decreto atual que permite funcionamento de igrejas, academias, além das lojas do comércio.

De acordo com JJ, apesar da tentativa "O Ministério Público tinha entrado com uma ação aqui em Tupã para derrubar o nosso decreto com relação ao comércio. Ontem essa ação não foi procedente", informou. O secretário informou ainda que, apesar disso, há preocupação por parte da prefeitura com a queda do decreto. "Estamos bastante preocupados com relação à saúde e com a manutenção das nossas atividades comerciais abertas. Em razão disso, algumas medidas estão sendo tomadas e ainda poderão ser tomadas para que o nosso decreto não venha a cair", explicou.





Assista a entrevista na íntegra:



Redação TupaCity
+ VEJA TAMBÉM