05 de Fevereiro de 2023
20º/30º
Notícias - Saúde

São Paulo possui o maior número de autorizações para importações de medicamentos à base de cannabis

Kaya Mind aponta que existem 40.403 autorizações para importações de produtos à base de cannabis no estado, o qual possui o maior número de autorizações do país

Nesta quinta-feira (22), a Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) aprovou projeto que garante fornecimento de medicamentos à base da cannabis no SUS no estado, que busca ampliar o acesso para tratamento de pacientes autistas, pessoas com síndromes raras, Parkinson, epilepsia, Alzheimer, entre outros.

A Kaya Mind, primeira empresa brasileira especializada em dados e inteligência de mercado no segmento da cannabis, do cânhamo e de seus periféricos, aponta em seu último levantamento que existem 40.403 autorizações para importações de produtos à base de cannabis em São Paulo, o qual possui o maior número de autorizações do país. Entretanto, ao mesmo tempo, não é o estado com mais pacientes por habitantes, já que a população do estado é a maior do país, sendo de 44,04 milhões.

O valor das autorizações, no entanto, é alto por conta da maior concentração de profissionais de saúde no estado, além de haver mais pessoas acometidas por condições médicas e uma alta taxa de empresas importadoras alocadas na região. Com isso, a cada 1.155 pessoas, existe um paciente de cannabis na região. Além disso, São Paulo possui, hoje, 24 associações, sendo 19 delas com CNPJ aberto. Logo em seguida vem o Rio de Janeiro, com 14 associações (9 com CNPJ aberto).

Todos os dados fazem parte do "Anuário da Cannabis no Brasil", material inédito e completo sobre a regulamentação da cannabis no país e seus desdobramentos no mercado.

Para falar sobre o assunto, gostaria de deixar à disposição a Maria Eugênia Riscala, cofundadora e CEO da Kaya Mind; e Thiago Dessena Cardoso, cofundador e CIO da Kaya Mind.

Na companhia, a executiva atua diretamente no atendimento e prospecção de clientes e parceiros comerciais, além de ser a administradora financeira da operação, enquanto Thiago, fica à frente do time de inteligência de mercado e dados, além de ser o Data Protection Officer da companhia.

Formada em Relações Internacionais, a Maria Eugenia possui Master em Consumer Insights e acumula vasta experiência na área comercial, administrativa e de inteligência de mercado em diferentes segmentos, com passagem em grandes empresas como a P&G, multinacional americana de bens de consumo.

Já Thiago é formado em Administração pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP e sempre trilhou sua carreira profissional guiado por dados, análises e evidências para orientar as melhores decisões em diferentes contextos.

Os dados rendem para você? Gostaria de avaliar o material completo?
Divulgação
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM