24 de Janeiro de 2021
20º/30º
Notícias - Saúde

Saúde participa de programa estadual para aperfeiçoamento das ações

Projeto visa troca de experiências entre os municípios e uso da educomunicação.

Equipes do Centro de Zoonoses e Departamento de Atenção Básica, participam do projeto Educom Saúde-SP, que visa a capacitação dos servidores municipais de todo o estado para articulação de práticas educomunicativas. O objetivo é alavancar a divulgação das ações de combate ao escorpião e de arboviroses, a partir de ferramentas que aumentem a mobilização social.

De acordo com a agente de controle de zoonoses, Joice Marcela Matos, trata-se de um projeto da Secretaria de Estado da Saúde (SES) que oferece aos municípios uma plataforma para os municípios de São Paulo apresentarem estratégias de combate a arboviroses como o aedes aegypti e de prevenção de acidentes por escorpião.

"Nem sempre a mídia tradicional obtém o alcance esperado na difusão das informações para combate ao escorpião. A partir do Educom Saúde, nós criamos um planejamento para 2021 de atividades lúdicas, e de fácil entendimento, abrangendo as secretarias de Saúde, Educação e Meio Ambiente e o uso das mídias digitais”, informou Joice.

Após ingressar no Educom Saúde, a equipe criou o "Escorpião, aqui não!”, para mobilizar a população e conquistar êxito na campanha de combate a esses animais. Conforme Joice, uma das principais recomendação do projeto é fazer com que a comunidade participe como protagonista das ações, "o nosso trabalho só terá resultado se houver a mobilização das pessoas”.

A agente de controle de zoonoses, Meiriele Cristina Pereira, afirma que as equipes do CCZ e de endemias conheceram projetos de outros municípios e selecionaram as frentes que gostariam de obter aprofundamento. "Nós tivemos a chance de aprimorar a técnica de trabalho com escorpianismo, e agora pretendemos fazer panfletagem; projetos pedagógicos; oficinas nas escolas e creches; mutirões de limpeza; e criação de um grupo de WhatsApp para comunicação entre as equipes e a população”, contou.

Também está previsto para os próximos meses um programa de reforço e aprendizagem à distância para os servidores que integram o "Escorpião, aqui não!”, em Tupã o projeto abrange as equipes do CCZ e das Unidades de Saúde da Família.
Prefeitura de Tupã
+ VEJA TAMBEM