03 de Outubro de 2022
20º/30º
Notícias - Saúde

Tupã confirma primeiro caso de varíola dos macacos, e agora?

Conheça os sintomas, quais as principais maneiras de transmissão e como se prevenir contra a doença.



Tupã confirmou o primeiro caso de varíola dos macacos nesta segunda-feira (22/8). O paciente apresentou sintomas suspeitos seis dias após voltar de viagem. Ele está internado e seu quadro de saúde é considerado estável, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde.

Até o dia 21 de agosto, o Brasil já somava 3.788 casos confirmados da doença. Com isso, o país superou o Reino Unido e a Alemanha, e agora é o terceiro país com mais doentes confirmados no mundo.

Por conta disso, é necessário levantar a bandeira de alerta e conhecer as principais medidas de prevenção contra a doença. Conforme o Ministério da Saúde, a principal forma de prevenção é evitar contato com pessoas infectadas ou objetos contaminados, como, por exemplo, copos, talheres, lençóis e toalhas.

Outra maneira de se prevenir é higienizar as mãos com água e sabão e uso de álcool em gel. Além disso, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) sugere o uso de máscara para proteção contra a doença.

Vale lembrar que a fase de incubação do vírus pode ser de cinco a 21 dias. Nesse período é possível haver contaminação.

SINTOMAS

Os principais sintomas entre as pessoas infectadas, são: febre, erupções cutâneas, inchaço dos gânglios (ínguas), dor no corpo, exaustão e calafrios são os sintomas mais comuns.

Em caso de sintomas suspeitos, o munícipe deve procurar a Unidade de Saúde mais próxima e solicitar avaliação médica.
Redação
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM