03 de Outubro de 2022
20º/30º
Notícias - Saúde

Tupã registrou 13 casos positivos de dengue na última semana

Serviços de eliminação de criadouros é realizado em Parnaso.

O Departamento de Entomologia e Endemias da Secretaria Municipal de Saúde informa que, do início do ano até esta segunda-feira (15), 5.000 casos suspeitos de dengue foram notificados, sendo 2.974 positivos. Na semana que abrange de 9 a 15 de agosto, foram registrados 13 novos casos positivos.

Ainda segundo o Departamento, no sábado (13) foi feito um intenso trabalho de eliminação de criadouros no distrito da Parnaso, onde 301 imóveis foram visitados, sendo que em 2 foram encontrados focos, totalizando 6 focos - um índice de 0,66 de infestação.



Acesse o boletim

A partir deste mês, o boletim epidemiológico e o boletim entomológico serão divulgados semanalmente às segundas-feiras ao invés de diariamente.

Para acessar o boletim epidemiológico (com dados referentes aos casos de dengue), basta entrar no site da Prefeitura (www.tupa.sp.gov.br), no menu "Acesso rápido" escolha "Saúde" e depois "Boletim Dengue".

Já para acessar o boletim entomológico (com dados referentes a focos, visitas, casos e outras informações referentes à infestação na cidade), basta entrar no boletim epidemiológico e na sessão "INFOGRÁFICOS - DENGUE - TUPÃ" escolher "Boletim Dengue" (situada mais abaixo das informações do boletim epidemiológico).

Inseticida

Na semana passada, foram realizadas nebulizações em dois casos positivos na Vila Abarca (Zona Norte). Devido ao desabastecimento do inseticida "Cielo" (produto químico utilizado para as nebulizações), o Município foi obrigado a parar esse tipo de atividade.

Segundo nota técnica do Ministério da Saúde, "atualmente há diversas dificuldades na logística de transporte e fornecimento de insumos e matérias primas em razão do atual cenário mundial (pandemia de COVID-19, guerra na Ucrânia e fechamentos de portos na Ásia).

Desta maneira, considerando o cenário mundial atual e a situação dos processos de aquisição do insumo em andamento, informamos que o cronograma de entrega para a primeira parcela do inseticida está prevista para 90 dias", (Ofício Circular Nº 130/2022/SVS/MS).

Diante desta situação, o secretário municipal da Saúde, Dr. Miguel Angelo de Marchi e o prefeito Caio Aoqui determinaram ao Departamento a busca de uma medida alternativa para suprir a falta deste produto.

Já o Departamento ressaltou que estudos já estão em andamento para a aquisição de um produto botânico que contém 5% de Piretrinas naturais, e sua utilização já será definida nos próximos dias.
Prefeitura de Tupã
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM