03 de Dezembro de 2020
20º/30º
ENTRETENIMENTO » VÍDEOS

Leishmaniose: quais cuidados tomar para se proteger da doença?

Em entrevista, chefe do CCZ e diretora de Vigilância em Saúde, tiram as dúvidas da população.

Recentemente foram confirmados mais dois casos de Leishmaniose Visceral em humanos no município de Tupã. Com estes novos casos, sobe para 3 a quantidade de infectados no ano de 2020.

Preocupados em levar informações corretas para a população, a equipe de reportagem do TupãCity conversou com o chefe do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Robison Luís, e com Joselaine Pio Rocha, diretora do departamento de Vigilância em Saúde, que explicaram sobre os principais sintomas e cuidados que devem ser tomados para se proteger da doença.

Joselaine conta que os principais sintomas em humanos são febre por dias, fraqueza, perda de apetite, emagrecimento, anemia, entre outros. E ao identificar este conjunto de sintomas, a pessoa deve ir até a Unidade de Saúde mais próxima para realizar o teste e, se confirmado, iniciar o tratamento médico.

Já Robison explica sobre os sintomas em animais. Ele conta que o animal apresenta feridas na ponta das orelhas, envolta dos olhos e nas patas, além da perda de pelo e crescimento excessivo das unhas. Ao identificar os sintomas no cachorro, o munícipe deve ligar no Centro de Controle de Zoonoses, pelo telefone (14) 3404-2202 para agendar o atendimento do pet.

Em ambas as ocasiões, a melhor e a principal forma de combater a doença é através de ações simples para evitar a mosca palha. A população deve se manter atenta aos quintais, os deixando limpos e livre de sujeira e matéria orgânica.

Na entrevista, Robison também desmistificou algumas dúvidas corriqueiras da população, sobre como que a doença é passada para humanos, se existe tratamento por meio de remédios, entre outros. Ficou curioso? Então confira a entrevista completa abaixo:


Redação TupãCity
+ VEJA TAMBÉM